SEO pós Covid-19

Google Pós Covid-19

SEO pós Covid-19

 

Novo normal no SEO: como a covid-19 impactou o universo das buscas no Google

Os impactos da covid-19 no SEO podem trazer mudanças para as suas estratégias de otimização. É preciso entender como a pandemia afeta o comportamento dos usuários na busca, como o Google está reagindo a isso e quais medidas você deve tomar. Acompanhe agora para saber como agir no “novo normal”.

O ano de 2020 trouxe desafios que ninguém imaginava. Um vírus desconhecido até poucos meses atrás infecta milhões de pessoas, colapsa sistemas de saúde, quebra empresas, retrai economias, esvazia as ruas das cidades e modifica hábitos e comportamentos.

E como o marketing reage a tudo isso? Como em toda a sua história, o marketing deve acompanhar as mudanças. Por isso, profissionais de Marketing Digital precisam entender os impactos da covid-19 no SEO para se adaptar ao novo cenário.

As intenções de busca, o comportamento dos consumidores, o tráfego dos sites e o sistema de pesquisa do Google, por exemplo, estão se modificando durante a pandemia. Mas as mudanças devem ir além desse período e se estender para o “novo normal” que vamos viver daqui em diante.

Como o novo coronavírus mudou o comportamento de busca?

O Google é o oráculo dos tempos atuais. Para qualquer dúvida, ele está lá com as respostas que as pessoas querem encontrar.

Isso já era realidade antes de 2020. Com o aparecimento da covid-19, o buscador adquiriu uma importância ainda maior para resolver as dúvidas das pessoas, que ficaram intrigadas com a situação.

As estatísticas do Google Trends mostram como as buscas refletiram as mudanças que aconteceram desde os primeiros meses do ano.

Primeiramente, surgiram muitas dúvidas sobre o vírus e a doença: “o que é coronavírus”, “febre é sintoma do coronavírus”, “coronavírus transmite pelo ar?” foram algumas perguntas.

Outras pesquisas sobre prevenção, como “onde encontrar álcool gel” ou “como fazer máscaras” também apareceram bastante.

Como a maioria dos países decretou algum tipo de distanciamento social, as pessoas ficaram nas suas casas. Com isso, as dúvidas se concentraram em atividades caseiras, como “home office”, “delivery”, “receita de bolo”, “como cuidar das plantas” ou “lives de hoje”.

Ao mesmo tempo, há uma preocupação grande com a economia, as empresas e os empregos. Desde março, as buscas relacionadas a “desemprego” tiveram uma disparada, enquanto as empresas buscam soluções relacionadas a “demissões” e “home office”.

Mas, à medida que o novo coronavírus avança, também se percebe uma ansiedade sobre quando tudo vai voltar ao normal. “Quando o coronavírus vai acabar”, “vacina contra coronavírus” e “quando as aulas voltam”, por exemplo, são dúvidas comuns.

De maneira geral, perceba como as intenções de busca refletem as prioridades das pessoas nesse momento. Os usuários estão pesquisando por dúvidas e necessidades essenciais para a saúde, bem-estar e finanças, principalmente.

Além disso, eles buscam informações que transmitam segurança e conforto em uma situação que escancara a vulnerabilidade do ser humano. O buscador é visto como um lugar seguro que vai trazer as respostas que precisamos diante dessa insegurança.

E o Google precisa se preocupar com a segurança das informações que oferece. A responsabilidade é grande! Logo mais, você vai ver que o buscador está tomando medidas nesse sentido.

Quais medidas o Google tomou diante da pandemia?

Diante do avanço da pandemia, milhares de empresas tomaram iniciativas para ajudar pessoas e empresas mais vulneráveis e atender melhor as demandas dos consumidores. O Google está entre elas.

Percebendo a importância do buscador no momento e a necessidade de oferecer informações confiáveis e atualizadas, o Google tomou algumas medidas relacionadas às buscas. Vamos ver quais foram:

Cobertura on-SERP

O Google passou a promover uma cobertura on-SERP sobre a doença. Quando o usuário faz uma busca relacionada ao coronavírus ou covid-19, o Google modifica toda a página de resultados (chamada de SERP) para rapidamente trazer respostas prontas e qualificadas.

Repare que a SERP traz uma série de informações sobre a doença em forma de featured snippets e knowledge graph. Esses dados são extraídos apenas de fontes confiáveis, como a OMS (Organização Mundial da Saúde).

Além disso, há um inédito menu na SERP (à esquerda, no desktop; no topo, no mobile), que permite navegar entre Visão Geral, Sintomas, Prevenção, Tratamento e Estatísticas. O Search Engine Land, aliás, cogita que essa mudança veio para ficar.

Avisos sobre a covid-19 na SERP

O Google desenvolveu uma ferramenta para que os sites possam oferecer avisos sobre a covid-19 — fechamento de instituições, restrições de transporte, orientações sobre o isolamento etc. — diretamente no snippet da SERP.

O recurso é oferecido prioritariamente a sites de governo, saúde e escolas, mas também pode ser usado por outros sites, que apenas podem demorar um pouco mais para ver a publicação.

Os avisos devem ser configurados com dados estruturados ou via Google Search Console.

Google Shopping gratuito

A pandemia afetou muitos negócios. Alguns fecharam as portas, outros estão batalhando para sobreviver.

Diante desse cenário, o Google viu a oportunidade de ajudar o marketing de pequenos e médios negócios com vendas online que estão sem verba para publicidade. Por isso, o Google liberou a listagem gratuita de produtos no Google Shopping, o que antes era possível apenas com investimento.

Segundo o anúncio oficial, essa atualização seria disponibilizada nos Estados Unidos em abril e expandida para outros países ao longo de 2020. Mais adiante você vai saber melhor como funciona o Google Shopping orgânico e como aproveitá-lo.

Informações atualizadas sobre eventos

A pandemia fez muitos eventos serem cancelados, adiados ou virtualizados. Então, o Google quer que essas informações apareçam atualizadas para os usuários.

Nas marcações de dados estruturados, o desenvolvedor já podia adicionar dados sobre eventos. Agora, há outras marcações para definir o status do evento (cancelado, adiado, reagendado ou online) e, quando houver, a data e o local em que vai ocorrer.

Novas etiquetas no Google Meu Negócio

O Google também adicionou novas etiquetas nas páginas de restaurantes do Google Meu Negócio. Agora, eles podem destacar o modo de operação durante a pandemia (refeição no local, para viagem ou entrega).

Nova experiência no Por Camila Casarotto

O Google Notícias também foi atualizado durante a pandemia — afinal, é uma das mais importantes fontes de informação, especialmente no combate às fake news.

O Google criou uma página especial sobre a covid-19, com filtros por região e assuntos e prioridade para veículos de mídia de confiança.

O Google também fez atualizações no box de Principais Notícias (Top Stories) que aparece na SERP. Nas buscas relacionadas ao novo coronavírus, ele prioriza fortemente as notícias locais e, no mobile, aceita páginas que não sejam AMP, o que antes não era permitido.

 

Por Camila Casarotto, em Rock Content

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Redes Sociais

Conjuntos de estratégias para o fortalecimento da sua Marca Digital
qualidade

Publicações Recentes

Clientes e/ou Parceiros